A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Notícias

Saiba a importância de o paciente renal receber a vacina contra a COVID-19

O Dia Mundial da Imunização, celebrado em 9 de junho, tem como o principal objetivo conscientizar a população sobre a importância de manter a carteira de vacinação em dia. No atual contexto de pandemia, a data ganha ainda mais relevância, pois os imunizantes contra a COVID-19 são os principais métodos para se evitar as complicações mais graves da doença.

Com o avanço das fases do Plano Nacional de Vacinação Contra a COVID-19, algumas regiões do país começaram a imunizar pessoas com comorbidade, entre elas, os pacientes renais crônicos e os transplantados. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 80% das pessoas se recuperam da COVID-19 sem necessitarem de tratamento hospitalar.  No entanto, idosos e indivíduos com histórico de algumas doenças prévias têm maior risco de ficarem gravemente doentes quando infectados pelo coronavírus.

A importância das duas doses da vacina

Assim como a população no geral, é fundamental que o paciente renal conclua o ciclo de vacinação no prazo previsto. Principalmente, porque a imunidade desse grupo precisa de mais estímulo para responder ao imunizante e, assim, criar anticorpos, explica a Dra. Cristiane Rosa, Médica Infectologista e Coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente da Fresenius.

 O apoio familiar na promoção à saúde

“Familiares, cuidadores e responsáveis são muito importantes como rede de apoio, desde acompanhando o paciente na ida ao posto de saúde, até lembrando das datas de recebimento das doses. Manter a carteira de vacinação em local visível também ajuda muito”, comenta a especialista.

Na avaliação de Dra. Cristiane, os pacientes renais estão aderindo muito bem à vacinação e, ainda, são orientados pelos profissionais de saúde sobre a importância de receberem outros imunizantes como o contra a hepatite B, a gripe ou a pneumonia.

Fique atento ao calendário de vacinação da sua cidade e não deixe de se vacinar. Em caso de dúvidas, consulte sempre o seu nefrologista.