A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Notícias

Mesmo com histórico familiar, é possível controlar a progressão da doença renal através de medidas simples

Segundo órgãos de saúde, um em cada dez brasileiros tem diagnóstico da doença renal. Sabe-se que além da hipertensão arterial, do diabetes e da obesidade, a pré-disposição genética está entre as principais causas dessa condição clínica que acomete 850 milhões de pessoas no mundo. Mesmo a hereditariedade sendo um fator de risco, com cuidados simples é possível conter a progressão da doença.

Exercícios e alimentação auxiliam na prevenção

Embora não haja uma maneira de impedir o surgimento de complicações renais quando são originadas por um histórico familiar, pessoas que vivem essa realidade conseguem desacelerar o aparecimento da doença, bem como reduzir os seus impactos no organismo. Uma boa alimentação – sem excesso de sal e açúcar – combinada à prática de atividades físicas regular e à hidratação constante, já são ótimas ações.

Visitas semestrais ao médico e exames de rotina

Além da adesão de hábitos saudáveis, segundo especialistas, pacientes com pré-disposição genética devem fazer acompanhamento médico preventivo e realizar exames de urina e dosagem de creatinina do sangue, no mínimo, a cada seis meses. Ambos são responsáveis por trazerem indicadores importantes para que os profissionais de saúde possam avaliar o funcionamento dos rins. Lembre-se: quando o assunto é doença renal, o diagnóstico precoce é um excelente aliado.

Confira algumas dicas de alimentação saudável