A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Notícias

Hábitos alimentares saudáveis são aliados importantes à imunidade

Em tempos de coronavírus, estar com a imunidade fortalecida é fundamental para o paciente renal. E para manter o sistema imunológico funcionando bem é importante apostar em uma alimentação nutritiva e equilibrada. Confira algumas dicas funcionais de Daniela Santiago, Nutricionista da Nefroclínica.

Quais são os alimentos mais indicados ao paciente renal neste momento de pandemia?

Invista em alimentos in natura ou minimamente processados. Consuma frutas, verduras, leguminosas e raízes. Aconselho dar atenção aos vegetais verdes, alaranjados, vermelhos e roxos com menor teor de potássio. Uma exceção à regra é o consumo de raízes e os tubérculos, pois apesar de terem uma quantidade considerável do elemento, são fontes de energia e de fibras. Vale frisar que o preparo correto é muito importante. Além disso, as porções e a flexibilidade nas refeições variam de acordo com as necessidades de cada paciente e do estágio da doença renal. Assim, é indicado o acompanhamento individual com um nutricionista. Em relação à hidratação, a quantidade de líquidos também precisa ser avaliada individualmente nos pacientes em hemodiálise.

Evite o consumo de álcool, frituras, excesso de açúcar, de massas e de ultraprocessados, pois tais hábitos alimentares contribuem para baixar a imunidade. Não recomendo dietas com restrições calóricas severas neste período. O momento é de focar em uma refeição de qualidade.

Confira alguns alimentos indicados:

  • Frutas: limão, laranja lima, tangerina, maçã, pera, melancia, jabuticaba, caju, abacaxi, acerola, morango, pitanga, caqui e fruta-pão.
  • Leguminosas: feijão verde e macáçar, lentilha, ervilha (in natura) e fava.
  • Verduras e legumes: cenoura, brócolis, jerimum/abóbora, berinjela, vagem, chuchu, couve – todos cozidos –, agrião, alface, cebola, pepino e pimentão.
  • Raízes e tubérculos: Batata doce, macaxeira/aipim e inhame/cará.
  • Proteínas animais: Carne bovina, peixe, frango, ovos e iogurte.

Qual é a forma correta de preparo?

É importante não cozinhá-los a vapor. O preparo deve ser feito em uma panela com água fervente, a qual não deve ser reutilizada. Mais da metade do potássio é eliminado nesse processo.

Veja algumas dicas de cozimento:

  • Legumes: descasque e corte em pedaços pequenos, coloque em uma panela com água e ferva de 10 a 20 minutos. Após, jogue fora o líquido do cozimento e aproveite somente o alimento para fazer purê, sopa etc.
  • Leguminosas: deixe de molho de um dia para o outro. Antes de cozimento, troque a água e realize o mesmo procedimento descrito acima.

Há algum alimento que possa combater a COVID-19?

Não existe alimento específico ou suplemento alimentar que possa combater diretamente o coronavírus. O papel da alimentação neste momento é contribuir para fortalecimento da imunidade. As boas práticas de higiene e o distanciamento social são as melhores formas de prevenção e contenção da doença.

Daniela Galvão Santiago – Nutricionista Nefroclínica Recife – CRN: 6 11347