A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Notícias

Amizade é fator motivador para o tratamento renal

Pacientes falam sobre as amizades cultivadas nas clínicas da Fresenius e dos benefícios desse apoio para o tratamento renal

Comemorado neste mês, o Dia do Amigo celebra os vínculos criados entre as pessoas por meio da afinidade. Nas clínicas da Fresenius, há inúmeras histórias de pacientes que se tornaram amigos e, atualmente, têm desse elo uma fonte de apoio mútuo. Confira os relatos.

Suporte e acolhimento

Marcela Araújo e Edvaldo Júnior, pacientes do INED, se conheceram há quatro anos na clínica. Para eles, o respeito é uma das características mais marcantes da amizade construída.  Entre as atividades que mais gostam de fazer fora do contexto de pandemia estão as idas a aniversários e a encontros entre colegas. Recentemente, os dois compartilharam um momento muito especial: receberam juntos a vacinação contra a COVID-19.

“Ter um amigo na clínica de diálise faz com que o tratamento fique mais leve. Confidenciamos tudo, damos muitas risadas, nos respeitamos, nos preocupamos um com o outro e com os demais pacientes. É uma irmandade! Trocamos experiências sobre a hemodiálise e nos ajudamos”, comenta Marcela.

Amigas irmãs

Amigas há dez anos, Sônia Regina e Luciana Barros, pacientes da CDR Nova Iguaçu, têm uma ligação muito forte, desde quando começaram a dialisar juntas na unidade. As duas se consideram irmãs e relatam que a amizade delas é um fator de motivação para a realização do tratamento e, ainda, é um exemplo para os pacientes recém-chegados à unidade.

“Nossa história é muito bonita porque a gente se conhece por dentro e por fora.  Eu sei quando ela está triste e ela também sabe quando eu não estou bem. Cuidamos uma da outra”, conta Sônia Regina.

Empatia e solidariedade

O prazer em fazer o bem e a habilidade com o tricô uniram Vânia Araújo e Sônia Ribeiro, pacientes da Fresenius 9 de Julho. Amigas há mais de um ano, as duas são voluntárias em instituições sociais e entendem que o fato de poderem contar uma com a outra, no momento da hemodiálise, é muito positivo.

“O suporte dado por uma amiga é muito importante, pois nos sentimos protegidas e amadas. Torna o ambiente da clínica mais agradável e não vemos o tempo passar. O carinho das técnicas ajuda muito também”, afirma Vânia.

Saiba mais sobre o nosso jeito de cuidar