A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Líquidos & Sal

Controle os seus líquidos e, em vez de sal, comece a usar ervas aromáticas e especiarias.

É muito importante que mantenha a ingestão de líquidos sob controle porque os líquidos são retidos por seu corpo. A quantidade excessiva de líquidos pode ter efeitos negativos em sua saúde, provocando hipertensão, problemas cardíacos e dificuldade em respirar.

Então, qual a quantidade de líquidos que posso beber diariamente?

A quantidade de líquidos diária de que você necessita tem de ser determinada por seu nutricionista. Geralmente, isso significa meio litro mais a quantidade equivalente à urina de 24 horas. Lembre-se de que o deve ser considerado líquido não são apenas bebidas como água, café, chá ou leite, mas também os alimentos que são líquidos à temperatura ambiente, como o iogurte líquido, sorvetes ou sopas.
 

Mas o que posso fazer para controlar a minha ingestão de líquidos?

Beber pouca quantidade de líquidos é claramente uma das mudanças mais difíceis em sua alimentação. Uma maneira fácil de controlar a ingestão de líquidos é ter uma garrafa de água pequena para controlar a quantidade que ingere ao longo do dia. Quando estiver sentado à mesa, utilize copos menores.

E o que posso fazer se ficar com sede?

Existem boas formas para reduzir a sede. Um método muito eficaz é bochechar com água morna. Até 4 vezes por dia, também pode mastigar meia rodela de limão, pois isso vai provocar uma sensação refrescante!

Se controlar sua ingestão de líquidos é um grande problema para você, há outra possibilidade para reduzir a sede, que consiste em mastigar chicletes sem açúcar.

Preciso deixar o sal de lado para evitar ficar com sede?

Sim! Essa é uma parte do problema. O sal liga-se à água e, quando você o consome, seu corpo "pede" consequentemente líquidos. O sal acumula-se em seu corpo, levando a graves problemas de saúde como a pressão alta e até mesmo acidente vascular cerebral (AVC). Os substitutos do sal ou sais com baixo teor de sódio também devem ser evitados. A maioria desses substitutos contém uma grande quantidade de potássio – e os níveis elevados de potássio também são muito prejudiciais.

Mas a maioria dos alimentos têm sabor pouco intenso sem sal ...

Na nossa cultura, o sal é um condimento muito utilizado. Mas em outras partes do mundo, não. Nessas culturas, utilizam-se ervas aromáticas e especiarias. E, claro, não há nenhuma razão que nos impeça de fazer isso também.

Então, como posso adicionar sabor às minhas refeições?

Comece substituindo o sal por alimentos como o alho, a cebola, o aipo ou um pouco de vinagre, e use ervas como a cebolinha, a salsa, o orégano, o tomilho, etc. Isso vai intensificar o sabor e diminuir o risco de problemas de saúde. Evite temperos intensos, tais como a malagueta e a pimenta, uma vez que também aumentam a sensação de sede.

Mais uma sugestão: evite alimentos processados – geralmente, eles contêm mais sal do que você deve consumir.

 

Lembre-se de que:

- Você deve manter sua ingestão de líquidos controlada: normalmente, em cerca de 0,5 litro/dia;

- O sal liga-se à água. Então, tente manter seu consumo baixo;

- Você não deve utilizar substitutos do sal;

- é melhor usar ervas aromáticas e especiarias para substituir o sal, mas tenha cuidado com as especiarias picantes;

- Controlar a sede bochechando com água morna.