A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Notícias

Novo Centro de Diálise oferece tratamento com tecnologia de ponta a pacientes do Rio de Janeiro

Com o objetivo de levar mais conforto aos pacientes e colaboradores, no último dia 13, a CDR Vicente de Carvalho mudou de endereço e nome: passou a se chamar CDR Vila da Penha. A unidade, que operava em um espaço limitado do Hospital Semiu, ampliou de 16 para 50 pontos de tratamento.

O novo Centro de Nefrologia e Diálise conta com a terapia HighVolumeHDF® e é capaz de atender mais de 300 pacientes em sua moderna infraestrutura. Dispondo de um amplo espaço de integração e maior comodidade, o local oferece cadeiras automáticas, elevador equipado para macas e serviço de portaria. Os colaboradores também contam com copa, vestiários e área de descanso.

Na visão de Rogerio Reis, Diretor de Operações de Serviços, a concretização desse projeto foi uma vitória coletiva. “Toda a companhia se uniu e, com muita dedicação, conseguimos inaugurar a nova unidade, apesar das restrições e dificuldades impostas pela quarentena. O retorno é bem positivo, pois os pacientes e profissionais estão felizes com essa nova estrutura”, conta.

Elana Lannes, Diretora Médica, chama atenção para o fato de que o paciente dialítico requer muita dedicação e empatia. “Oferecer um tratamento com tecnologia de ponta em um espaço focado na segurança do paciente gera muita satisfação não somente ao renal e familiares, mas também à toda equipe. Os profissionais da unidade atuam com foco na melhoria da qualidade de vida do paciente”, comenta a especialista.

ALGUMAS NOVIDADES DA CDR VILA DA PENHA 

• Recepção ampla e aconchegante;
• Sala de diálise com mais espaço, permitindo maior circulação;
• Novas cadeiras de diálise automáticas e confortáveis;
• Consultório médico multidisciplinar, proporcionando mais privacidade no atendimento;
• TDMS, sistema de dados da terapia, permite a transferência automatizada das informações do tratamento, garantindo alta confiabilidade e monitoramento em tempo real.